O Boy "Proibido"

Posso dizer com convicção que você já teve um guilty crush.


Mas o que é um guilty crush, você se pergunta? Eu explico, bebês.
Tudo começa com o guilty pleasure, que para quem não sabe, é o termo para alguma coisa que você AMA fazer, ou ouvir, o comer, etc., mas você tem vergonha disso, e geralmente não conta para ninguém.
E crush, você já deve conhecer: é um carinha que você gosta, ou só quer dar uns pegas gostosos.

Então, um guilty crush, é aquele cara que você fica todo melado só de olhar para ele, com o cu mandando beijo, mas seus amigos te julgariam, ou até te julgam, por ter esse desejo, por que o tal cara não é "aceitável".

Tenho certeza que todos vocês que estão aqui nesse blog maravilhoso lendo minhas bagaceiras já passaram por isso.
Por que já dizia o ditado: "não se manda no coração", ou em alguns casos, não se manda no cu mesmo.
Nem sempre nós queremos uma coisa séria com esse crush, não por que todos dizem que esse cara "não é pra isso", mas por que simplesmente nós não queremos. É uma daqueles situações que nós só queremos uma foda deliciosa de tirar o folego e te deixar complemente molhado de suor e ofegante acabando com um orgasmo colossal, e depois, tchau! Simples assim.

Meu pensamento sobre isso se originou numa conversa com um amigo, também gay, em que estávamos avaliando os boys que passavam no shopping em que estávamos. E esse meu amigo começou a me julgar por eu me sentir atraído pela espécie conhecida como "Lek's".
Se você não mora no Rio de Janeiro (apesar que algumas pessoas que moram aqui também não devem conhecer), provavelmente não está familiarizado com o termo, então explicarei: Lek é um diminutivo vindo da era do falecido MSN (que Cher o tenha), da palavra "moleque", que se originou nos próprios machos dessa especie se chamando assim. 
Os Lek's são homens héteros, na maioria das vezes andam em bando (na minha época, eles chamavam isso de "bonde". Eu ria horrores), escutam funk e/ou rap, geralmente tem tatuagens, costumam usar bonés O TEMPO TODO, assim como bermudas e cordões enormes, o sonho deles é ter uma moto, falam palavrões, piadas de duplo sentido e sempre homofóbicas, provavelmente machistas... (não confunfir com "cafuçu") Enfim, eu não sei como descrever melhor, mas já deu pra ter uma ideia. Um cara que facilmente poderia ser odiado.


Só que esse tipo de cara me faz sentir coisas nos países baixos. E eu não sei por que! 
É o caso que eu disse, não penso em passar uma vida com um homem desse tipo, por que geralmente eles são tão vazios e superficiais que eu provavelmente o mataria; mas eu sinto vontade que ele me ponha de joelhos para mamar e me olhe fazendo isso com um sorriso safado... Só de escrever isso agora, meu pinto já tá dando sinal de vida...
Me sentir dominado por um homem desses me dá um tesão enorme.
São desejos que eu não controlo, e eu não sei se eu devia sentir vergonha disso.
Claro, eu sei que esse tipo de homem não se deve gostar, por conta de tudo que eles representam e etc., mas é aquilo, né mores, a gente não manda no desejo.
E eu acredito que quase todo gay (talvez todos) já tiveram o momento de querer ser dominado por um "macho" desses. Eu não sei qual maldição que nós temos por nos sentir atraídos por esse tipo de homem.

Era a mesma situação que eu passava com uns colegas de escola, cheguei até a comentar isso com uma amiga outro dia.
Sabe como são adolescentes héteros de escola, né? São Lek's um pouco mais contidos. E na minha escola não era diferente. Aqueles moleques bem babacões, que faziam brincadeiras de mau gosto, piadas, falavam de sexo quase o tempo todo (isso me deixava louco num nível...!); eu queria dar pra eles. Todos eles. Ao mesmo tempo. "Eu quero levantar que nem uma bonceca de cera, sabe? Pingando, assim, derretendo."
Nossa, batia váaaarias punhetas pensando neles.
Mas, adivinha? Sonhos se realizam!
Um deles que era o meu crush master, eu queria ele toda vida, eu consegui nudes!!
Eu sei que não é sexo, mas levando em conta o tempo e a lábia que eu tive que investir para isso, valeu a pena. Ou quase... Deixa quieto. *risada nervosa*
E um outro, esse eu preciso admitir que era do bando deles, mas era um pouco mais legal, sociável. Esse eu trouxe pra minha casa... A gente ia fazer um trabalho e ficamos sozinhos...
Mas isso é assunto pra outro dia!


O que eu quero dizer com esse post, é que ás vezes as pessoas nos julgam por querer uma pessoa, sendo que elas não direito à isso.
Tudo bem, alguns caras nós devíamos ter vergonha de querer, por que sabemos que não vão acrescentar em nada na nossa vida, como os que eu citei acima.
Mas, como eu disse, é só uma foda, não esperamos nada deles além disso. Só queremos que eles satisfaçam nossa sede de sexo. O corpo quer o que ele quer.
E, admitam, vocês já devem ter gostado de algum cara que se encaixava nos padrões rejeitáveis. Aquele cara bruto, provavelmente homofóbico, com pinta de "machão comedor". Você queria ser uma das vadias dele, admita. Tudo bem, eu não julgo. Eu já estive nesse posição e com certeza estarei de novo um dia.

Não controlamos nosso desejo e não devemos ter vergonha disso. Não é errado você ter atração sexual com alguém, mas claro, se for para algo a longo prazo, veja se esse alguém tem algo a oferecer além de cu ou rola pra você, ok?
Não existe boy errado até que ele se mostre ser errado. (Vou imprimir camisas com essa frase)
Então sejam livres nos seus desejos, e cautelosos nas suas relações, para evitar dor de cabeça futuras. E se seus amigos ficarem te julgando por quem você sente desejo: primeiro manda eles tomarem no olho da raba; segundo manda esse post para eles entenderem que cada um sabe do que te dar prazer.
Esse negocio de guilty deveria ser abolido.

Mas deixem aqui nos comentários seus pensamentos sobre esse assunto, se vocês já passaram ou passam por situações parecidas; se algum amigo te julgou, se você já julgou algum amigo. Falem tudo aqui!



Até outro dia, meus peludinhos.
Abraços de urso! <3


Email para Contato: contatokayj@gmail.com
Meu Twitter (+18): @KayJXXX
Página no Face: Kay J.
E o grupo também: Kay Klub

Comentários

  1. Anônimo8/11/18

    https://i.pinimg.com/originals/df/84/51/df8451de83bba50182c415012eb98270.jpg

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8/11/18

    sua historia e desse blog foi contada na jpeg acima

    ResponderExcluir

Postar um comentário