Pelo Que Eu Sinto

Meus peludinho, hoje nós vamos tratar de um assunto bem cabeludo (desculpa, a força tiozona foi mais forte...).


Se identificando como bear ou lontra é esperado que o homem em questão tenha pelos. Por que é o primeiro fator que nos separam das barbies. Tufos densos e imponentes de pelos espalhados pelo peito, coxas e virilha. Diz se não é de salivar...?

Talvez seja o bom e velho fator antropológico falando; afinal, na época dos nossos antepassados muito distantes, quando a maior parte dos homens tinham MUITOS pelo no corpo TODO, homens com mais pelos suportavam melhor as épocas frias, dado que não usavam roupas.
E posterior a isso, muitos anos depois, os pelos no corpo, mas principalmente no rosto, eram um simbolo incontestável de virilidade. Creio que tem algo a ver com as taxas de testosteronas, o que é um fato: homens com mais testosterona produzem mais pelos corporais.

E nem vou entrar no mérito da barba.
Como nossa muda vive mudando, a barba entra e sai de moda como simbolo atrativo sexual por diversas vezes. Já foi a época do bigode fino; do rosto completamente liso; da barba fina com cavanhaque; a barba bem aparada mas que ainda é presente (não sei bem como descrever essa, mas eu costumo chamar de "barba recém-nascida", por que ela ainda está crescendo, não está grande suficiente para você considerar fazê-la de novo); e agora, com o advento de alguns anos atras do movimento lumberjack (lenhador, em inglês), agora é o retorno da era das barbas volumosas, longas, cheias, vistosas, mas muito bem aparadas! Só pra constar, essa última parte não ter nada a ver com os lenhadores... É umas coisa vinda dos viados. Justamente, os gays que aderiram mais a essa moda. É claro, que muitos héteros cultivam a barba lenhador, visto o crescente numero de barbearias gourmet que são "especializadas" nesse tipo de barba; mas eu noto uma maioria homossexual nos homens que aderiram a moda.
Abra seu Grindr, Hornet, ou outro aplicativo de pegação que você use nesse momento, e conte quantos caras com barba estilo lenhador você encontrou, comenta aqui em baixo sua pontuação.
Se ele tiver cabelo undercut (aquele que corta mais dos lados e em cima é cheio), vale dois pontos.

Enfim, barba é um pelo facial, mas nesse momento eu gostaria realmente de focar nos pelos corporais, ou seja, os que estão abaixo do pescoço.
A moda lumberjack também trouxe de volta a mania de pelos. Até porque, se um lenhador não faz a barba, se depilar muito menos, né não? É isso bateu diretamente de frente com a moda metrossexual que tinha se formado alguns anos antes: de homens que cuidavam de si "como mulheres". Fazem cabelo no salão, manicure, tratamento de pele, e principalmente, se depilam.
Não é segredo para ninguém que as gays faziam isso a anos, mas para os héteros isso foi um choque de estruturas.
Pra ser sincero, não sei o quanto isso afetou a vida sexual deles, tanto homens quanto mulheres, mas nem me importo muito. 
O que eu sei, é que a moda lumberjack pode ter caído do céu, principalmente para os héteros. 

Por que eu, um gay, só me depilei uma vez, com gilete, e foi uma experiencia desagradável em vários sentidos. Tudo por que eu sofria bullying na escola: eu comecei a ter pelos no corpo muuuuito cedo, as crianças (na verdade, pré-adolescentes), como bons seres enviados do inferno que são, tiravam muito sarro de mim por isso e eu não aguentava mais. Certa noite, eu depilei totalmente as minhas pernas - as quais eles mais zoavam -, nem preciso dizer que continuei sendo motivo de chacota, e tive mais alguns problemas em casa, mas enfim! Uma experiencia que não repetirei por que me deu mais dor de cabeça que nunca, e, sinceramente, estou feliz com meus pelos.


Agora imagine um cara que tem a depilação como rotina, que se depila com cera quente ou sei lá. Fora o tempo que gasta, ainda mais se você for muito peludo, eu sinceramente não tenho a paciência; ou até mesmo uma grana que você gaste num depilador. Dor, tempo, dinheiro... Muitos caras não gostariam de se adequar a isso. Então um comprovante que seu corpo natural com pelos estava em alta de novo, é quase um suspiro aliviado. Mas, como eu sempre digo que em alguns pontos os héteros são mais mene aberta, isso foi só no caso deles.
Quisera eu que essa moda pegasse quando eu estava naquela época da escola...

Mas voltando para o nosso Vale... 
Os viados até acataram muito bem (talvez bem até demais) a moda da barba, mas pelos continuam sendo um assunto discutível no nosso meio.
Existe um grau de aceitação (olhando pela maioria dos viados) que ao me ver é proporcional a quantidade de pelos que você tem no corpo e, muito importante, aonde esses pelos estão.
Se você tem alguns pelos discretos pelo corpo, quase nada, talvez um pouco mais na perna e na púbis: aceitável, ninguém vai te julgar. A não ser que o cara seja muito chato; aí nessa caso primeiramente fuja! Segundo que eu aqui quero abordar a maioria.
Se você tem uma quantidade maior de pelos, mas estão mais concentrados no seu peito e nas partes abaixo da cintura (pernas, púbis, bunda): pode ser aceitável ou não. Se você for passivo, e sua bunda tiver uma quantidade densa de pelos, isso já vai te dificultar um pouco - alguns caras chegam até a achar nojento. Nojo desse tipo de caras... Caso você trabalhe mais com o seu júnior, então os pelos TALVEZ ainda fiquem dentro do aceitável.
E você meu amigo, assim como eu, que tem pelos em quase todo corpo, principalmente os que tem em lugares "estranhos", que são costas, ombros, etc.: sinto muito falar, mas não somos bem aceitos em termos sexuais no vale.


Nosso meio preza muito pelo cara "lisinho", e eu tenho pensado que isso é muito culpa da mídia e principalmente do pornô.
A maioria dos vídeos pornô gays são sempre caras com corpos extremamente lisos e depilados. E é claro que a modelização erótica se espelha na social, ou seja, se tem pornô com caras lisinhos, é por que os caras acham esse tipo mais bonito.
Mas há uma luz no fim do túnel: muitos atores peludinhos estão surgindo e fazendo sucesso.
Até nossa bicha-maravilha, ativo de Taubaté, Diego Sans, tem deixado seus pelos naturais ao fazer suas cenas. Muito bom rapazes, gosto assim!

Enfim gente, depois de toda essa reflexão sobre pelos, mostrando como sempre um ladinho podre do nosso Vale, eu só queria salientar de novo que eu vivo bem e orgulhoso com meu pelinhos, e acho que todos deveriam fazer o mesmo. Até porque até a moda desvia a nosso favor!
Posso não estar tão a vontade com meu peso, mas meus pelos eu tenho certeza que gosto de como eu sou. A única parte do corpo que eu raspo são as minhas costas, por que meus pelos crescem em só um lugar isolado. Isso eu já acho sacanagem... Aí eu raspo lá.
Mas de resto eu sou um peludão natural e feliz.

Então senhoritos, sejam felizes com seus pelos e só mudem se vocês estiverem afim de mudar. Se tem uma coisa que eu aprendi, é que sempre tem um cara querendo deitar num peito peludo, e ele pode ser de qualquer tipo, juro!
Lembrem-se também que depilação dói... Só pra constar. Coisa do mal...
Idenpedente de tudo, lembrem-se que eu apoio e defendo o empoderamento do seu corpo: faça o que quiser com ele, seja depilado por que você prefere assim, ou com muitos muitos muitos pelos naturais e belíssimos. Até babei um pouco...
Deixem aqui nos comentários o que vocês acham desse assunto, se eu deixei passar algo, suas experiencias com seus próprios pelos ou com caras peludos que vocês tiveram contato, ok?
Vamos ter vários assuntos cabeludos! (Vou na Universal HOJE pra ver se Madonna tira esse exu de mim...)



Até outro dia, meus peludinhos.
Abraços de urso! <3


Email para Contato: contatokayj@gmail.com
Meu Twitter (+18): @KayJXXX
Página no Face: Kay J.
E o grupo também: Kay Klub

Comentários